Raíz de toda infelicidade 


Olá positividade, Hi guys, tudo bem?

Hoje vou expressar com vocês um novo tipo de post, não fugindo do foco, porém é algo que aprecio o e me identifico na vida (nossa busca pela melhoria).  Aproveito que vários tipos de pessoas passam por aqui, para compartilhar itens que edificam, além dos cuidados externos que posto, o mais importante é o nosso interior saudável, pois, com ele saudável, enfrentaremos qualquer coisa neste mundo.

A raíz de nossa infelicidade, assim penso, está ligada ao modo como fomos criados, ao que absorvemos e decidimos ser quando nos tornarmos “crescemos”, como resultado –  nossas escolhas = nossas colheitas e ninguém é culpado por isso, além de nós mesmos. Tudo está interligado ao que controlamos em nossas mentes, afinal, nosso cérebro não para, estamos sempre usando-a e sobrecarregando-a de informações.

Você tem parado e não ter pensado em nada? Você têm respirado profundamente? 

Não ter uma mente em sintonia com o seu PRESENTE ou seja, com a sua realidade, cria expectativas frustantes, nos deixando infelizes na vida.

Existem duas referências que aprisionam as pessoas:

1. Viver no Passado

Muitas pessoas ao nosso redor, relembram continuamente sua vida passada, lamentam pelas perdas, pelas coisas desagradáveis, como por exemplo: agiu mal ou agiram com você –  cobram-se, de que deviam ter feito isso ou aquilo, por algo que já passou, JÁ ACABOU.

O uso da razão deve ser ativado todos os dias, pois, pensar mais um pouco a respeito de tudo na vida, nos livrará de absorver mais negatividades e mais problemas. Vale ressaltar que, nunca mais teremos oportunidades daquela OCASIÃO, poderá surgir novas ocasiões, mas a que passou, PASSOU.  No entanto, respire sempre, pense um pouco mais, se coloque no lugar do outro,  perdoe, peça desculpas, supere e siga em frente – Afinal todos erram.

Reviver todas as emoções que passaram, sejam boas ou ruins, nos faz reviver todas as emoções e muitas nos causam mais infelicidades. Desprenda-se!

2. Viver no Futuro

 Viver no futuro é ignorar totalmente o seu AGORA, criando expectativas, estabelecendo condições de meta de vida como: para eu ser FELIZ + COMPLETO + SATISFEITO, o mundo deve agir como quero, ou aquela pessoa deve fazer isso, ou que se comporte assim, pois, eu quero assim. (Como assim?).

Pare para refletir um pouco, as pessoas não são objetos, elas tem sua realidade, seus pontos de vistas, seus anseios e seus sonhos. Se você não parar de criar expectativas de meta de vida e que as pessoas devem agir como você deseja, você estará caminhando para a infelicidade.

Que tal ser para as pessoas como você gostaria que elas fossem com você? Por qual motivo cobrar e esperar as mudanças de todos e não ser capaz de enxergar-se?

A fantasia que criamos  na mente de uma vida de filmes de hollywood , demais mídias ou a vida do vizinho,  é irreal. Todos temos nossos monstros para enfrentarmos todos os dias.  Não existem contos de fadas, não existem super heróis, existem pessoas, com histórias de vidas, opiniões diferentes, isso que nos tornam interessantes.

Quanto mais pensamos no futuro, mais ansiosos ficaremos, acumular grandes listas do futuro não é garantia de ser feliz,  pois,  tudo é incerto, mesmo que você tenha todas essas coisas, nada mudará, se o seu INTERIOR não mudar.

Para concluir, acorde, a  felicidade é agora, nas suas escolhas, na sua REALIDADE e tudo depende EXCLUSIVAMENTE do modo como você reage, enfrenta seus problemas e aproveita seu LIVRE ARBÍTRIO!

Adaptado no mundo ao meu redor, inspirado na Escola do Amor com Renato e Cristiane Cardoso e  Giridhari Das. Thankyou!

Até uma próxima pessoal!

Você poderá gostar de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up
error: Content is protected !!