6 produtos secretos que irão melhorar sua pele em 150% após o microagulhamento

Olá positividade! hi guys, tudo bem?

A dúvida de muitos usuários que fazem microagulhamento, mesmo com acompanhamento médicos é do que usar depois da sessão,  não é mesmo? O que poucos sabem é que o microagulhamento em si já é eficiente (já citei isso em outros posts) porém, não deve ser excluído o uso dos produtos permitidos por aumentarem a absorção e eficácia do produto em 100%.

Os produtos devem hidratar a pele e ajudar a não inflamar, nisto vale relembrar que  é proibido o uso de maquiagem ou protetor solar após a aplicação por 24h. Como também vale considerar a questão da hipersensibilidade da pele, nisto faz se necessário fazer sempre o teste de toque antes de aplicar o produto.

6 Produtos secretos + 1 extra

1 – VITAMINA C –  A aplicação do soro de vitamina C é 20 vezes mais benéfico que o uso oral, pois ele estimula a produção de colágeno e minimiza os danos causados pelo sol, renovando as células da pele. Recomenda-se de 3% a 10% [Ascorbyl palmitate, Ácido L-ascórbico, Magnésio ascorbyl phosphate];

2 – SERUM PEPTIDE COPPER –  Usado para rugas e cicatrizes, neutraliza os radicais livres, além de também ajudar na produção de colágeno, estimula as células da pele envelhecida, como a elastina que é [Principal proteína constituinte das fibras elásticas do organismo, como os ligamentos e as paredes arteriais.] para o rejuvenescimento. Existem relatos que esse soro seja mais forte do que a vitamina C e o  Retin-A, que é [tretinoína) é uma forma de vitamina A que ajuda a pele a se renovar];

3- ÁCIDO HIALURÔNICO –  Oferece a pele, firmeza e elasticidade, como uma pele de bebê é “suave”, por ter um nível alto de acido hialurônico, que hidrata bastante a pele, reveste os danos dos radicais livres, contra a radiação UV e o melhor é que serve para todos os tipos de pele;

4 – RETIN A- TRETINOÍNA – Aumenta os volumes das células e também de colágeno, funciona como uma casa, atenuando a pele uniformemente, eficaz contra hiperpigmentação e cicatrizes rasas. Ele causa vermelhidão na pele, sensibilidade na pele. Comece sempre com a concentração de 0,25%  até chegar a de 1,00% e não recomenda-se o uso na área dos olhos;

5 – ÁCIDO ALPHA LIPÓICO – Amplamente conhecido como um antioxidante potente e eficaz, o ácido α-lipóico (ALA) demonstra uma multiplicidade de propriedades originais. Combate a inflamação, que pode danificar as células que são responsáveis pela produção de colágeno e elastina da sua pele, o diferencial dele dos outros citados é que ele melhora rugas profundas, recomenda-se o uso de 1%  a 4%  nos produtos escolhidos para que trabalhe na melhora da:  textura da pele, danos causados pelo sol e rugas profundas;

6 – EMBALAGEM – Deve ser levada em conta. Motivo:  porque o ácido ascórbico se degrada muito facilmente na presença de oxigênio ou em contato com a luz, tornando-o inativo no cosmético em questão.  Assim, devem ser evitados produtos acondicionados em boiões ou frascos que contactem com o ar, bem como embalagens transparentes, que permitam que a luz as atravesse e como sempre temos alternativas, atente para elas:  produtos em bisnaga ou frasco doseador, opacos ou de vidro escuro (cor âmbar) e até em unidose. Este tipo de embalagem garante a estabilidade da vitamina C por um maior período de tempo. [Dica: farmacéutica do blog @apelequehabito]

 

7 – DICA EXTRA –  Extrato de chá verde –  Ingrediente perfeito para tratar a pele danificada pelo envelhecimento e danos causados pelo sol, ele pode minimizar a inflamação, filtrar os radicais livres nocivos e um diferencial “protege sua pele com uma enzima especial, que quebra o colágeno velho”, levando a produção de colágeno saudável, resultando em uma pele: firme e sem inflamação.

Outras informações sobre o chá verde:

  • Ajudam a repelir as bactérias que causam as espinhas;
  • O chá verde também diminui as chances de pele seca, coceira e alergias por contato;
  • Ótimo para quem tem cabelos oleosos, basta fazer um chá e usar como um último enxague após lavar o cabelo;
  • Devido aos flavonoides presentes em sua composição, o chá verde — quando aplicado de tópica ou oralmente — reduz os efeitos adversos na pele pela exposição a raios UV: danos à pele, eritema e peroxidação lipídica, vermelhidão, assim como risco de câncer de pele, que também é diminuído;
  • Os flavonoides também melhoram o fluxo sanguíneo, ou seja, melhoram a microcirculação o que facilita o transporte de oxigênio e nutrientes para a pele. Isso promove aumento de elasticidade e diminuição da rugosidade, além de proporcionar uma melhora no teor da umidade da pele;
  • O consumo de chá verde melhora a hidratação, firmeza e elasticidade da pele;
  • Estudos mostraram que a ingestão de bebida de polifenóis de chá verde por 12 semanas aumenta o fluxo sanguíneo e o fornecimento de oxigênio para a pele. Foi constatado que os polifenóis do chá verde de fato protegiam a pele contra a radiação ultravioleta e ajudavam a melhorar a qualidade geral da pele das mulheres.

#Diquei: Tem um livro pelo nome “o fim das rugas” de Nicholas Perricone, Md. Ed. Campos, 13 edição – vale a pena dar uma conferida no que o professor diz a respeito.

Espero ter ajudado! Se desejar, compartilhe sua experiência!

See ya!

Você poderá gostar de

Scroll Up
error: Content is protected !!